sexta-feira, 21 de agosto de 2009


Erva -ma te beba saúde

Erva-mate – beba saÚdeA erva-mate tão conhecida no famoso chimarrão dos gaúchos, no tereré dos sul mato-grossenses e também por toda América do Sul pode ser uma boa opção para combater radicais livres e manter a saúde.

Ilex paraguarinensis é o nome científico da planta, que é da família Aqüifoliáceas e é nativa na América do Sul, principalmente no Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Na América do Sul aproximadamente 30% da população bebe mais de 1 litro por dia de erva-mate.Os índios Guaranis foram os primeiros a descobrir a erva-mate e a usá-la na região das bacias dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai, na época da chegada dos colonizadores espanhóis no Brasil, por volta do século XVI.


A erva é consumida de diversas formas mesmo aqui, dentro do nosso país. É vendida em bebidas prontas como chá-mate e refrigerantes e na forma de erva mesmo, usada em bebidas tradicionalmente conhecidas como o chimarrão e o tereré.O chimarrão faz parte dos hábitos culturais de pessoas no Paraná e Santa Catarina, mas são os gaúchos, que mais consomem a bebida. O “chima” é feito através de infusão de água quente na erva em uma cuia e sorvida por uma bomba, que possui um coador para que a erva não seja sugada. O tereré é feito com a infusão de água fria na erva e é bebida com ou sem suco de limão. Muito consumida no Mato Grosso do Sul e até no Paraguai.A erva-mate vem sendo bastante estudada em função dos seus compostos como os ácidos fenólicos, a cafeína e as saponinas. Essas substâncias com nomes estranhos atuam como antioxidantes, estimulantes e até protetores.Os ácidos fenólicos agem como antioxidantes, combatendo processos oxidativos das células, evitando assim o envelhecimento natural. A função antioxidante da erva também pode evitar a aterosclerose, que é a deposição de placas no interior das artérias, fator de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares.Já a cafeína age como um estimulante, melhorando a concentração e evitando o cansaço. Mas o excesso no consumo de bebidas à base de mate não é indicado, principalmente por pessoas que possuem doenças cardíacas e também gestantes porque a cafeína pode prejudicar o desenvolvimento do feto.As saponinas são substâncias protetoras do corpo, agem estimulando o sistema imunológico, evitando assim a invasão por agentes que causam doenças.No entanto, lembre-se, nenhum alimento é milagroso. Alimentos saudáveis como a erva-mate devem ser consumidos com freqüência, mas sempre aliados a uma alimentação saudável e balanceada. Não adianta tomar litros de chá mate se você vive à base de frituras e fast food.


Fonte:Parque histórico do mateESMELINDRO, M. C. e col. Caracterização físico-química da erva mate: influência das etapas do processamento industrial. Ciência e Tecnologia de Alimentos, vol. 22, n.2, 2002.

NEUMANN, R. I.; Anuário Brasileiro da Erva-mate, Gazeta: Santa Cruz do Sul, 1999.

Nenhum comentário: